Festas Felizes e um Fantástico 2020

Festas Felizes e um Fantástico 2020

Festas Felizes e um Fantástico 2020

1320 743 Hugo Gonçalves

Todos os momentos que simbolizam um marco temporal, como por exemplo o Natal, são normalmente espaços onde de uma forma ou outra temos um desejo de consciência, transformação e ação.

E de forma que considero muito irónica  – dizem-me sempre que temos que levar as coisas a brincar e de forma leve, por mais críticas e desafiantes que sejam – ao abrandarmos o ritmo da nossa máquina de lavar (em modo de centrifugação) do trabalho, das reuniões, dos negócios, etc., entra em ação um outro vórtice:

As nossas Emoções, Sentimentos, Caminhos, os quais desejamos estar conectados e percorrer. 

Os nossos Apegos e Padrões, que a nossa Essência como Pessoa pede de forma ensurdecedora que possam seguir o seu caminho, pois já não estão alinhadas connosco. Com a nossa Identidade.

Tenho uma visão algo diferente do que é Identidade. Não é tanto uma definição de como se manifesta a minha Individualidade. Vejo mais como um conjunto de princípios ativos que escolhemos para produzir Impactos em Nós – Evolução – e quais aqueles que desejamos criar nos Outros e no Mundo – Partilha e Equilíbrio.

Ou seja, a ideia chave que quero aqui deixar é que antes de saberes o que queres ou que resultados alcançar, é importante saberes que pessoa desejas Ser.

O fator crítico para a transformação é alinhar os hábitos e decisões com a identidade que desejamos viver. Os nossos comportamentos atuais são apenas reflexo da nossa identidade atual. O que fazemos é uma imagem espelho daquilo que acreditamos que somos – de forma consciente e principalmente inconsciente.

Metas ou objetivos é o que recebes. Hábitos são o que fazes. Identidade é aquilo em que tu acreditas sobre ti própri@.

Nós achamos que conseguimos descrever as emoções, sensações e intuições com as palavras. É impossível. A nossa parte emocional e mais profunda funcionam numa gama de frequência diferente. Mas temos que começar por algum lado.

Amar. Perdoar. Aceitar. Ser Grato. Sonhar. Decidir. Agir. Desfrutar. Aprender. Com Dúvidas. Sem Medo. Serendipity.

São as palavras que definem os princípios ativos pelos quais quero viver a minha vida. Em alguns deles estou longe 🙂 E provavelmente será um campeonato sem fim.

Por outro lado, são os princípios ativos que desejo para ti juntamente com os votos para que em 2020 aquilo que consideras importante se materialize.

Mas ainda mais importante que essas palavras ou as metas que queremos atingir, é dar o nosso melhor para que, através do que pensamos (julgamentos), decidimos (escolhas) e agimos (comportamentos e interação com outros), as possamos tornar reais. 

Pois existem também palavras que representam outros princípios ativos – Ilusões, Culpas, Apegos, que bloqueiam o caminho dessa conexão. E olhar de frente para elas e saber como as “trabalhar” também faz parte da Identidade que queremos para nós.

Todos nós andamos atrás dos nossos sonhos. E se andamos atrás deles, é porque ainda não os apanhamos. Então, talvez sejam os sonhos que nos escolhem a nós. Pelo que Somos, e não pelo que Queremos.

Festas Felizes, um Fantástico 2020 e que sejas os teus Sonhos, Objetivos e Metas. Para o ano voltamos a falar de forma mais direta sobre Capital Humano e Organizações. 🙂

Obrigado e Abraço,
Hugo

WP to LinkedIn Auto Publish Powered By : XYZScripts.com